segunda-feira, 30 de abril de 2012

O regresso (ao blogue) de um cripto-judeu

Para comemorar os 1600 anos da instalação dos Suevos no território que é hoje Portugal e, consequentemente, da primeira autonomia do ocidente peninsular, durante quase dois anos mergulhei apaixonadamente num projeto de investigação (prestes a ser publicado) a que dei o título de

A Diarquia Sueva: Sociedade e poder no regnum dos Quados ocidentais e no Regnum Suevorum (358-585)

– tema que obviamente nada tem a ver com «o mundo dos Anusim».
Mas a verdade é que a um cripto-judeu português tudo o que é português lhe interessa. E que ninguém duvide de que os judeus portugueses (mesmo aqueles que como eu apenas o são de coração) amam verdadeiramente Portugal, a ditosa Luzidanya, onde chegaram há quase 3000 anos! Quando os Suevos chegaram, já dezenas de gerações de Filhos de Dan tinham aprendido a amar a Luzidanya. E esses Filhos de Dan somos nós, os judeus portugueses, os felizes que sabem que o são e os infelizes que nunca o saberão.

Recuperadas as forças, eis que volto a O PAÍS DAS SERPENTES.
A todos aqueles que com curiosidade e expectativa me leram e subscreveram, apresento as minhas desculpas por esta longa ausência. Voltamos a encontrar-nos agora… para falar dos «nossos» temas judeus. A todos prometo o regresso em breve (muito em breve), com novos trabalhos e novas reflexões.

2 comentários:

  1. Fiquei admirador e leitor, se me permitir, pois todas as leituras aos Suevos, povos que tambem nos trouxeram algo de novo! Fico sempre, lendo com avidez, temas desta nossa história- mário-jacques,Serra do Silveira

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Antes de mais as minhas desculpas por esta resposta tardia. Sobre os Suevos, que lhe interessam. pode encontrar o meu trabalho no link em baixo. Boa leitura.
      José Galazak
      http://www.patrimoniocultural.pt/media/uploads/revistaportuguesadearqueologia/rpa16/AdiarquiasuevasociedadeepodernoregnumdosQuadosocidentais.pdf

      Eliminar